Comando Kill uso comum

O comando kill serve para encerrar os processos que estão ativos no Linux. Para usá-lo é necessário o uso do terminal (comando xterm) e a linha de comando escrita no prompt do shell. As sintaxes mais comuns para a utilização do comando kill são as seguintes.

Sintaxe geral, ou esqueleto do comando:

kill -SINAL PID

Suponha que se deseje interromper o processo em execução PID 5440, use:

kill -9 5440

Se for interromper apenas temporariamente a execução do mesmo processo 5440. Use o seguinte comando:

kill -STOP 5440

Para que o processo 5440 volte a ser executado, use o comando:

kill -CONT 5440

Se deseja interromper todos os processos, use o número -1 no lugar do PID. Como abaixo:

kill -STOP -1

Ao invés de usar o PID, usar o nome do comando em execução, isso também pode matar o processo no sistema, por exemplo, matar o ftp.

killall -STOP ftp

O Linux trabalha com quatro tipos de estados de processos:

Executável: o processo pode ser executado imediatamente.
Dormente: o processo precisa aguardar algo para ser executado.
Zumbi: o processo é considerado morto (sem uso), porém continua por alguma razão na lista.
Parado: o processo está congelado, ou seja, não pode ser executado.

Compartilhar: | | Whatsapp |
hits