Como montar partições e drives NTFS no Linux

Como montar partições e drives NTFS no Linux. A partições montados automaticamente durante o boot, basta adicionar as entradas no arquivo /etc/fstab. Toda vez que o Linux iniciar os compartilhamentos são montados automaticamente durante o boot e ficam acessíveis de forma permanente.

Rode o comando lsblk para ver as partições criadas no disco. Outros comandos úteis fdisk -l , df, mount, e blkid, rode-os para ver informações do disco.

Passo a passo:

  1. Crie um diretório onde será montada a partição, por ex. mkdir /media/windows Para cada partição crie um diretório, por ex. /home/dos , /home/windows , /home/os

  2. Após escolher quais partições desejam montar automaticamente, basta editar o arquivo /etc/fsta e colocar a seguinte linha de comando /dev/sda3 /media/windows ntfs defaults 0 0 e pronto, toda vez que iniciar - "voilà"!

Para entrar nestas partições basta um cd /home/windows etc.

Fragmentos do arquivo fstab

     /etc/fstab: static file system information.

/dev/sda6   /home/windows ntfs defaults 0 0
/dev/sda7   /media/dos  ntfs    defaults    0   0

Discos de mídias removíveis como CD-ROM etc adicione o seguinte

/dev/cdrom              /mnt/cdrom      iso9660         noauto,ro,users         0 0
/dev/fd0                /mnt/floppy     auto            noauto,users            0 0

Sobre o Assunto

A finalidade de cada coluna no arquivo é descrita a seguir:

  • device name Nome do dispositivo, como presente em /dev.
  • mount point Ponto de montagem do dispositivo
  • fs-type Tipo do sistema de arquivos usado na partição
  • Options, Diversas opções disponíveis e explicadas abaixo.
  • dump-freq Ajusta o calendário de arquivamento da partição (usado pelo programa dump)
  • pass-num Controla a ordem na qual o programa fsck verifica o dispositivo ou partição em busca de erros durante a inicialização. O dispositivo “root” deve ter o valor 1.

Coluna de opções possuem os seguintes valores:

  • auto / noauto
    Com a opção auto, o dispositivo sera montado automaticamente durante a inicialização ou quando o commando mount -a for executado. Esta é a opção padrão.
  • dev / nodev
    Interpretar/Não interpreter dispositivos de bloco especiais no sistema de arquivos.
  • exec / noexec
    exec permite que sejam executados binários que estejam na partição, enquanto noexec não permite.
  • grpquota
    Permite usar o sistema de cotas de disco aplicado a grupos.
  • ro
    Monta o sistema de arquivos como Somente Leitura.
  • rw
    Monta o sistema de arquivos como Leitura e Gravação.
  • sync / async
    Como entradas e saídas no sistema de arquivos são realizadas. sync significa que elas são feitas sincronamente. Se você olhar na tabela de exemplo acima, notará que esta opção é usada com o drive de disquete. Isto significa que quando, por exemplo, um arquivo é copiado para um disquete, as mudanças são escritas fisicamente no mesmo instante em que o comando é executado.
  • suid / nosuid
    Permitir/Bloquear a operação dos bits suid e sgid.
  • user / users / nouser
    user permite que qualquer usuário monte o sistema de arquivos. Isso implica automaticamente em noexec, nosuid, nodev. Se for especificado o parâmetro nouser, apenas o root poderá montar o sistema de arquivos. Se for especificado users, todos os usuários no grupo users serão capazes de desmontar o volume.
  • usrquota
    Permite usar o sistema de cotas de disco aplicado a usuários.
  • defaults
    Usar configurações padrão. As configurações padrão são definidas pelo sistema de arquivos no nível de sistema. O padrão normal para sistemas Ext3 é equivalente a rw,suid,dev,exec,auto,nouser,async

http://ntfs-3g.org/support.html
https://www.centos.org/forums/viewtopic.php?t=8825
https://askubuntu.com/questions/34731/howto-auto-mount-windows-partitions-using-etc-fstab

Compartilhar: | | Whatsapp |
hits